22 de julho de 2012

A maior bobagem de todos os tempos


Passeando pela internet descobri que a emissora de televisão SBT está promovendo um concurso para eleger o maior brasileiro de todos os tempos. Acho essa nomeação uma grande bobagem, irrelevante, difícil e questionável. Usando as palavras do meu amigo Renan Souza, esse concurso é tão esdruxulo que chega a ser risível e não me incomoda. Mas mesmo assim, para talvez estabelecer uma comunicação social ou propagar uma contra ideia eu decidi escrever sobre isso.

Por curiosidade entrei no site e quando vi que já tinham posições do 100º ao 13º colocado, e foi aí que fiquei perplexo. Na extensa lista havia nomes como o jogador de futebol Neymar (20º), o apresentador Rodrigo Faro (39ª), Pastor Valdemiro Santiago (36º), Pastor Silas Malafaia (26º), o ex-presidente e senador Fernando Collor (78º), a cantora Joelma do grupo Calipso (83º), o cantor Michel Teló (72º) entre outras grandes barbaridades que me causaram um misto de dor e vergonha. O que mais me deixou chocado é essa lista se quer cogitar nomes como o físico César Lattes, e o aeronauta e inventor Alberto Santos Dumont, ambos reconhecidos internacionalmente.

Eu entendo que por ser uma votação aberta isso envolve pessoas de todos os níveis sociais e culturais e não podemos julgar isso. Mas além de uma pesquisa esdruxula, esse resultado é um forte indicativo da condição lamentável em que se encontra o nível intelectual da população desse país. As escolas não estão cumprindo seu papel na educação e informação de seus alunos, os pais não estão passando os verdadeiros valores da vida para seus filhos, e resultante desse intenso processo de “emburrecimento” temos jovens sem heróis e que substituíram e assumiram seus modelos de vida baseados em Cláudia Leitte (75º) e Luan Santana (42º). Não vou dizer que isso é um absurdo completo, mas acho que precisamos ir mais além.

Aqui vai uma incrível demonstração do quanto nossa população e seus aclamados veículos de informação de massa estão decadentes e beirando o inacreditável. O futuro da nossa sociedade me preocupa, mas se eu continuar assistindo televisão regularmente, em poucos meses a final de “A Fazenda” vai me preocupar bem mais do que o Pastor Edir Macedo na 13ª posição.

2 comentários:

  1. E vai ser difícil decidir qual dos dois é mais preocupante, não??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Carol. Parece que a coisa será daqui pra baixo.

      Excluir